08/07/2019

Ruptura de estoque | Você sabe o que é realmente?

Ruptura de estoque | Você sabe o que é realmente?
Quer saber o que é uma ruptura de estoque? Acesse nosso site e saiba tudo sobre esse problema e como a gestão de estoque pode solucioná-lo. 

O mercado de trabalho possui suas áreas e, com elas, as suas determinadas funções dentro do serviço. Em uma empresa de vendas atacadistas, por exemplo, existem os repositores, operadores de máquinas, entre outros.
Mas, mesmo com essas funções bem delimitadas, uma pequena distração do grupo pode levar a um grande problema para a empresa: a famosa ruptura de estoque. 

Você sabe o que significa ruptura de estoque? Consegue imaginar o caos que ela pode trazer para a empresa? Se está curioso sobre o assunto, continue aqui e acompanhe!

O que é ruptura de estoque?

Muitas pessoas escutam esse termo quando estão numa empresa atacadista e ficam sem entender o seu sentido. Bem diferente do que o nome indica, a ruptura de estoque é quando um produto pedido pelo cliente não está em reserva.

Esse problema pode gerar uma grande dor de cabeça, pois se registrado como presente na loja, é necessário que realmente esteja ali. Caso esse erro ocorra, a empresa pode sofrer grandes danos.

Ou seja, é de suma importância manter a organização do ambiente de trabalho e dos registros de produtos para que não ocorra tal infortúnio e gere desconforto e problema para todos. 

Quem é responsável pelo estoque?

Antes de dizer qual a função voltada para organização de estoque, é importante lembrar que a arrumação da loja é um dever de todos os funcionários, tendo que em vista que são trabalhadores dali. 

Mas a responsável por essa área é a gestão de estoque. Voltada para contar entrada e saída de produtos, eles fazem a média de objetos que entram na distribuidora atacadista e arquivam para caso haja algum problema.

Essa função é importantíssima para que se tenha noção de gastos, lucros e até mesmo possíveis furtos ou erros de envio de produtos. Ou seja, é um trabalho árduo e imprescindível. 

Como é gerenciar estoque?

Gerenciar estoque não é uma função fácil e deve ser desenvolvida por pessoas organizadas, que saibam lidar com possíveis problemas e resolvê-los o mais rápido possível. 

Por exemplo, caso a distribuidora atacadista entre em ruptura de estoque, é muito importante que a gestão de estoque saiba como lidar com essa questão e extermine o problema o quanto antes.

Caso isso não ocorra de maneira positiva, é bem provável que aquele grupo que está gestionando a empresa não seja o ideal e necessite de um novo para o comando. 

O controle de estoque

Para que a gestão se saia bem e não ocorra o problema de ruptura de estoque, uma das medidas a serem tomadas é de controle de estoque, tendo em vista a entrada e saída de produtos.

Isso pode ser feito através de funcionários munidos de planilhas, que revisam a quantidade de utensílios que chegam à empresa e que dão entrada em cada setor. 

Também é importante manter essa organização na saída para que se tenha uma ampla visão do lucro da distribuidora atacadista e se ela não está sendo furtada.
Quem deve gerenciar estoque?

Essa é uma pergunta difícil de ser respondida, pois existem pessoas sem experiência na área, mas que dominam bem o gerenciamento de produtos e querem adentrá-la. 

Sem colocar em juízo de valor na formação escolar e procedência do funcionário, é necessário analisar a organização do mesmo, como ele reage em situações problemáticas e se está bem psicologicamente para cobranças diárias.
 
Tudo isso é essencial para que se crie um bom trabalhador, que se dê bem com esse tipo de serviço. Caso ele não esteja adequado a essas característica, a melhor saída é procurar outra pessoa. 

Gestão de estoque é essencial

Ou seja, chega-se à conclusão de que a gestão de estoque é essencial para que a empresa, principalmente distribuidoras atacadistas, se saiam bem durante o período de funcionamento. 

Uma pessoa que entenda do assunto, que saiba controlar a reserva e que não deixe acontecer a problema da ruptura de estoque é a primordial para manter a organização do local de trabalho. 

Ou seja, invista nessa profissão e veja os negócios fluírem sem muitas dores de cabeça devido à arrumação em um termo bem geral do ambiente. Deixe que esses especialistas cuidem do setor e tragam mais lucros e organização para a empresa! 

Gostou do nosso artigo? Acompanhe nosso site e saiba mais sobre distribuidora atacadista e outros assuntos que envolvem essa temática! 

Compartilhe: